0%

Toquinho & MPB4 – 50 Anos de Música

9 de Março de 2018 Em Grande Teatro do Palácio das Artes


Detalhes do Evento


Data: 9 de Março de 2018
Localização: Grande Teatro do Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1.537 - Belo Horizonte - MG
Telefone: 31 3236-7400
Website: http://www.fcs.mg.gov.br/

TOQUINHO & MPB4 – 50 ANOS DE MÚSICA
Juntos, estes grandes nomes da música, comemoram meio século de sucesso.

Para o show, o público pode esperar surpresas e deliciosas histórias de tantos anos de sucesso. Toquinho, com seu violão inigualável, aliando técnica, virtuosismo e sensibilidade em sucessos como “Aquarela” e “Samba de Orly”, e o grupo vocal MPB4, grande intérprete dos mais conhecidos compositores da música popular brasileira, incluindo seus dois companheiros de cena, em músicas inesquecíveis como “Amigo é pra essas coisas” e “Roda viva”

Sobre Toquinho:
Antonio Pecci Filho nasceu em São Paulo, em julho de 1946. Gravou cerca de 80 discos, compôs mais de 450 músicas e fez mais de 8 mil shows pelo Brasil e exterior. “Construir acordes e harmonias, fazer música e poesia” é a profissão de Toquinho, que sabe harmonizar também a vida no compasso do prazer, no contraponto entre a paixão e a amizade, a família e os amigos. Dotado de uma natureza lúdica e leve, divertir-se foi sempre seu prato predileto em torno de mesas de bar, restaurante, sinuca. Teve o privilégio de ainda jovem conviver e trabalhar durante dez anos com Vinicius de Moraes, de fazer a trilha sonora da primeira novela de TV a cores (“O bem-amado”) e de fazer o primeiro CD-ROM e o primeiro DVD autorais no Brasil. Além da música, sua paixão é o futebol. Em 2011, Toquinho lançou “Quem viver, verá” (Biscoito Fino), depois de um recesso de oito anos sem gravar canções inéditas. Completou em 2015 cinquenta anos de carreira.

Sobre MPB4
Mais importante grupo vocal brasileiro contemporâneo, a partir da década de 1960 o MPB4 ganhou destaque com interpretações voltadas aos movimentos culturais e políticos, enfrentando com sua voz a censura e a repressão. Daí saíram marcos da nossa música. E o sucesso continuou com força. Os shows do grupo percorrem todo o Brasil há cinco décadas. No exterior, o MPB4 também é prestigiado em países como Portugal, Argentina, Uruguai, Cuba Itália e Estados Unidos. Suas apresentações sempre renderam prestígio e reconhecimento de público e crítica. O MPB4 é composto por Dalmo Medeiros (voz e percussão), Milton Santos Filho (voz e violão), Aquiles Rique Reis (voz e percussão) e Paulo Malaguti (voz, teclado e percussão).

SERVIÇO:
Show: TOQUINHO & MPB4 – 50 ANOS DE MÚSICA
Data: 09 de março de 2018 (sexta-feira)
Local: Grande Teatro do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro – BH)
Horário: 21h00 – Classificação: Livre
Informações: (31) 3236-7400
Valores: . Plateia I = R$ 220,00 (inteira) e R$ 110,00 (meia-entrada) . Plateia II = R$ 190,00 (inteira) e R$ 95,00 (meia-entrada) . Plateia Superior = R$ 190,00 (inteira) e R$ 95,00 (meia-entrada) Vendas: Na bilheteria do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537 – Centro) ou pelo site ingressorapido.com.br
Realização: Lana Art´s Produções

ParaMeia Entrada: Meia-entrada conforme Lei nº 12.933 de 26 de dezembro de 2013 e Decreto 8.537, de 5 de dezembro de 2015.

Atenção estudantes

De acordo com a lei federal nº12.933, em vigência desde 01/12/2015, para ter acesso ao benefício da meia entrada você deve apresentar a CIE – Carteira de Identificação Estudantil, que deve conter:

Conteúdo da carteira
Na face de identificação do portador do documento deverão constar obrigatoriamente os seguintes dados:
·nome civil completo; ou
·nome social, na hipótese de estudante travesti e transexual;
·nome da instituição de ensino na qual o estudante esteja matriculado;
·grau de escolaridade;
·curso, obrigatório para estudantes de curso técnico, graduação e pós-graduação;
·data de nascimento do estudante;
·documento de identidade (RG, CNH, RNE ou passaporte);
·cadastro de pessoa física do Ministério da Fazenda (CPF), obrigatório para estudantes de graduação, especialização, mestrado ou doutorado;
·código de uso
·data de validade até março do ano subsequente ao da expedição da CIE, no verso do cartão.
·Na hipótese de estudante travesti e transexual, apenas o nome social será impresso na CIE, acompanhado da seguinte declaração em local visível: “documento impresso com nome social”. Neste caso, o nome civil do estudante poderá ser consultado na versão digital da CIE, conforme orientações abaixo.
·Na face de identificação do documento constará uma fotografia recente do estudante, na proporção 3×4.
Código de uso : é o número de registro do estudante contendo uma sequência alfanumérica única em todo o território nacional para cada CIE emitida, de até 8 (oito) caracteres.
A obrigatoriedade do QR Code

Não serão aceitos boletos bancários, declaração de matrícula e carteirinhas fora do padrão acima.

*A comprovação da meia entrada deverá ser apresentada no ato da compra e no dia do evento.

COMPARTILHAR

Mapa de Eventos

Play Cover Título
Autores